Eu vivo cada verso... Do avesso particular que cada um possui.
(Sirlei L. Passolongo)

Feche os olhos!




Imagine diante de você
a mais exuberante das rosas
depois, erga as mãos
toque-a...

Deus tem contigo
a mesma delicadeza
com que cultiva as flores...
(Sirlei L. Passolongo)

24/06/2010

Pra sorrir outra vez


Pra sorrir outra vez

Falar de saudade não é fácil
Contraditória, ela nos leva a dor
e nos faz reviver dias lindos
que marcaram nossa história.
Talvez a saudade seja misteriosa assim
pra disfarçar a tênue distância
que nos separa do ontem e do hoje...
de um abraço caloroso,
de um beijo de amor.
Enfim, a gente se entrega a cada instante
como se pudesse recolher um a um
guardá-los na alma e sorrir outra vez
e  outra vez.
(Sirlei L. Passolongo)

3 comentários:

  1. Minha querida poetisa, sábias palavras, delineadas de forma poética e que encerram grandes verdades. Preciso aprender a ter saudade como uma coisa boa, preciso reaprender a sorrir. Beijo da sua fanzoca!

    ResponderExcluir
  2. Gostei da postagen e vim aqui daixar o meu site pro pessoal entrar se quizer.

    http://www.downloadsjogoscompletos.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá por acaso encontrei seu blog, estou fascinada lindos poemas, poesias. estar de parabéns.

    Achei tão lindo o poema "Estrelas que Sorriem".
    publiquei no meu blog.

    beijos.

    fica bem.

    ResponderExcluir